Obesidade aumenta riscos do Coronavírus

Mal que atinge quase 20% dos brasileiros pode ser evitado mesmo no isolamento com ajuda de profissionais.


A obesidade é um grande fator de risco para o Coronavírus, especialmente nos mais jovens. Segundo as estatísticas do Ministério da Saúde, é a principal comorbidade das vítimas fatais com menos de 60 anos. No Brasil, os obesos representam cerca de 20% da população. E a ansiedade ampliada pela tensão e o isolamento só contribui para aumentar esse número. O que pode ser evitado com a ajuda de especialistas, ainda mais agora que a teleconsulta está liberada.

“Isso só mostra, de forma ainda mais dramática, o quanto é importante cuidar de sua alimentação e ter uma rotina de exercícios, mesmo no confinamento. É possível fazer isso, mesmo nos tempos difíceis que vivemos e presos dentro de casa”, garante a médica Yara Dantas, especialista em Nutrologia.

Vários fatores aumentam o risco de pessoas com obesidade diante do novo Coronavírus. O excesso de peso tem grande relação com outras doenças metabólicas, como diabetes tipo 2 e hipertensão, ambas muito frequentes entre pacientes com a forma mais grave de Covid-19. Além disso, indivíduos obesos são mais vulneráveis às complicações da gripe comum.


----------------------------------------------------------------
Obesidade aumenta riscos do Coronavírus
Brasil

Fotos: Carla Josephyne
Texto: Helcio Alves
Enviado por: Clilton Paz
Atualização: 15/05/2020

-----------------------------------------------------------------
dozotro.com.br | #dozotro
Facebook/dozotro
Instragram: @dozotro
Twitter: @dozotro