Especialista levanta quatro pontos para ajudar na crise

Empresário especialista em marcas levanta quatro pontos que podem ajudar a sobreviver nos negócios durante a crise do Covid-19.


“Esse é o momento de respirar, pensar, planejar para atacar, com assertividade e certeza”, ressalta Wallace Safra, afirmando que é possível sair da crise sem “quebrar”. Dicas valem do micro ao grande empresário.

A chegada do novo coronavírus, ao Brasil, tem lançado um desafio extra para as empresas. A pandemia tem causado enormes prejuízos à economia global e atingido também a saúde de pequenos e grandes negócios, que se veem diante de uma queda do volume de vendas. Ainda sem previsão de quando essa crise provocada pelo Covid-19 será contida, os empreendedores vêm tentando se antecipar aos efeitos negativos que já começam a serem sentidos. Medidas, que segundo o empresário Wallace Safra, especialista em marcas, são mesmo necessárias, já que ainda de acordo com ele, este é o momento do Fazer.

“Nesse momento não há o tempo perfeito, mas há o tempo ‘Fazer’, precisamos rapidamente pensar no impacto em médio e longo prazo, executar e atuar sem excessos. Vislumbrar este ‘fazer’ permitirá que as perdas sejam minimizadas e recuperadas em uma retomada consistente. Com este contexto, se o seu negócio ou você, propõem seguranças futuras e soluções em vendas, com preços bem estruturados, apostando em uma sustentabilidade econômica e uma marca bem posicionada, você ganha não somente a confiança do consumidor ou cliente, você capta leads para fortalecer através deste relacionamento um mailing ainda mais aquecido e forte”, destaca o profissional.

Também, de acordo com Safra, que é idealizador e CEO do Projeto Moda Rio, assessor e gestor de algumas marcas, coach de passarela, sócio administrador do Ateliê By Izaquis, produtor e diretor fashion, dentre muitas outras funções do profissional multifacetado, para a sobrevivência dos negócios neste período de crise, é necessário principalmente planejamento. “Esse é o momento de respirar, pensar, planejar para atacar, com assertividade e certeza. O tempo é de resiliência e adaptação. Precisamos pensar e agir neste momento de maneira planejada, consciente, calma e estudarmos como podemos gastar nosso tempo (coisa que de fato é rara no dia a dia do empreendedor, do empresário e de boa parte dos brasileiros que trabalham para sustentar suas famílias) com coisas e situações que nos agreguem valores, que somem e potencialize bons resultados”, completa.


O empresário também destaca que a crise pode ser uma oportunidade para o empreendedor criar soluções inovadoras, que contribuam com o desenvolvimento e a profissionalização do negócio. Para isso, Wallace Safra levanta quatro importantes pontos que podem ser de grande utilidade para pequenos e grandes negócios:

Primeiro ponto:

Para o desenvolvimento de um relacionamento saudável, considere sempre levar e propor soluções às necessidades específicas dos seus clientes, pensando neles de forma única e individual. O que você vende, faz, realiza ou é capacitado para propor melhorias e viabilizar resultados consistentes para o seu cliente? Ou futuros clientes que ainda não conheçam suas capacidades.

Sei que não estamos vendendo máscaras que protegem do covid-19, mas com uma melhor administração do tempo que esta pandemia nos permite, podemos reorganizar coisas, dialogar mais precisamente com o cliente, dentre outras coisas. Esse pensamento vai te ajudar a sair da zona de congelamento, quando não sabemos exatamente o que fazer. Além disso, podemos também mostrar ao cliente que estamos realmente preocupados com o seu amanhã e com o amanhã da sua empresa, dialogando e entendendo através de seus canais de comunicação, como você pode fazer para melhorar a vida dele.


Segundo Ponto:


Estreite relações, use as ferramentas que estão à sua disposição (whatsapp, instagram, facebook, storys, linkedin, transmissões simultâneas e demais) sabendo disso, use de maneira dosada e inteligente. Pense! Você não é o único que está pensando em soluções e usando estas ferramentas neste momento.

Aposte nos stories (em média 7 vezes ao dia) para ter um bom engajamento; faça lives com temas de interesse geral do público; se relacione via imbox com quem curtir suas postagens; apresente e teste novas ideias, provocando assim, maior interação com quem estiver em casa.

Use todas as ferramentas que estiverem ao seu dispor. Você vende online? Explore o aplicativo “Bagy” para disponibilizar aquela famosa sacolinha nos posts para facilitar a compra do cliente; você quer se aprimorar? Busque cursos na sua área (muitas instituições estão disponibilizando cursos gratuitos) e liberando links; use a “bio” para deixar links de coisas interessantes que contribuam com seus clientes e outras pessoas que se interessarem, causando um engajamento ainda maior com o público em geral. Se mostre!


Terceiro ponto:


Arrume sua casa. Esse é o momento que você tanto queria para finalmente olhar com calma e carinho os seus estoques, dar atenção para os dados que você deve ter de base para decisões futuras bem informadas, e muitas vezes encontrar aqui surpresas e furos que precisavam ser lidados há muito tempo, olhe para trás, faça ajustes, reveja posicionamentos, planeje suas atitudes e avalie suas atuações com seus negócios.


Quarto ponto:


Estude e se prepare para uma retomada, mesmo sem saber a precisão de data, pois apesar de não ser um hábito de nós brasileiros, quem se prepara entra em campo mais forte e leva vantagens. A economia está passando por uma transformação drástica, e o mercado será muito impactado por ser baseado em processos criados no passado e que precisam de evoluções urgentes. Apenas dos negócios profissionais e que se adaptam a novos processos, com gestão avançada e consciente irão sobreviver. Não haverá mais espaço para incertezas, e esse momento irá deixar óbitos de negócios que estavam com baixo caixa, oriundo de margem de lucro incorreta, preços praticados insustentáveis, decisões demoradas e dificuldade de chegar ao faturamento mínimo para sustentar o negócio, sem permitir que ele tenha reservas de contingência e reinvestimentos no seu crescimento.


----------------------------------------------------------------
Especialista levanta quatro pontos para ajudar na crise
Brasil

Fotos: Mario Sant'Anna
Texto: Thaís Medeiros
Enviado por: Clilton Paz
Atualização: 08/04/2020

-----------------------------------------------------------------
dozotro.com.br | #dozotro
Facebook/dozotro
Instragram: @dozotro
Twitter: @dozotro