ANDANÇA – Beth Carvalho, o musical

Com texto de Rômulo Rodrigues, direção de Ernesto Piccolo e direção musical de Rildo Hora, o musical que conta a vida de Beth Carvalho (1946-2019) volta à cena em tributo à Rainha do Samba.

“São duas as realizações maiores que um artista pode ter: uma eu já consegui, que foi ser enredo de escola de samba, e ser campeã. E a outra é ser biografada num musical. Acho que é a maior realização que a gente pode ter.” (Beth Carvalho).

Depois das temporadas de sucesso de 2015 a 2017, “ANDANÇA – Beth Carvalho, o musical”, concebido em homenagem aos 50 anos de carreira da rainha do samba Beth Carvalho, voltou à cena para homenagear a cantora, que nos deixou este ano, aos 72 anos.

O texto é de Rômulo Rodrigues e a direção de Ernesto Piccolo. A direção musical e os arranjos das 45 músicas executadas são do gaitista, violonista, cantor, compositor, arranjador e produtor musical Rildo Hora e de Marcio Eduardo Melo, os arranjos e preparação vocais são de Pedro Lima e a direção de movimento de Sueli Guerra.

Em cena 11 atores: Stephanie Serrat, Eduarda Fadini, Renata Tavares, Bruno Ganem, Atila Soares, Paulo Ney, Wal Azzolini, Douglas Vergueiro, Paula Pardon, André Magevski e Mariana Cabral. E 5 músicos: Marcio Eduardo Melo (teclados), Andre Gonçalves (baixo), Rafael Prates (violão e cavaquinho), Caio Martins (percussão), Cássio Acioli (bateria).

Duas atrizes dão vida a Beth Carvalho no palco: dos 17 aos 40 anos Stephanie Serrat (musicais “Chacrinha”, “Rock’n’Rio” e “Hair”), e a partir dos 40 anos Eduarda Fadini (musical “Rádio Nacional - as ondas que conquistaram o Brasil”, “Cabaré Caruso”, ao lado de Chico Caruso).

Um dos maiores nomes do mundo do samba, Beth Carvalho, que em 2015 completou 50 anos de carreira, é ainda conhecida como a “madrinha do samba” por ter revelado artistas de sucesso como grupo Fundo de Quintal, Zeca Pagodinho, Almir Guineto, Sombra, Sombrinha, Arlindo Cruz, Luis Carlos da Vila, Jorge Aragão e muitos outros.

O musical teve as bênçãos da madrinha, que acompanhou todo o processo desde o início: “São duas as realizações maiores que um artista pode ter: uma eu já consegui, que foi ser enredo de escola de samba, e ser campeã. E a outra é ser biografada num musical. Acho que é a maior realização que a gente pode ter.”, afirma Beth Carvalho.

O autor, Rômulo Rodrigues, à época da primeira temporada, retribuiu: "Poder transformar em teatro momentos marcantes da vida e carreira de uma cantora como Beth Carvalho foi um privilégio. Ter a biografada acompanhando de perto o processo de criação do texto e da montagem é fantástico, e ainda ter o maestro Rildo Hora na direção musical e o meu mestre de longas datas Ernesto Piccolo na direção do espetáculo, é privilegio demais para um autor só, está sendo um processo artístico único para todos os envolvidos. Estamos todos apaixonados por Beth Carvalho”.

SINOPSEO musical conta fatos marcantes da vida da saudosa Beth Carvalho, passando por momentos como os festivais da canção no final dos anos 60, a participação no programa Flavio Cavalcanti, a descoberta de Zeca Pagodinho, os encontros artísticos com Nelson Cavaquinho e Cartola, a paixão pelo bloco Cacique de Ramos, o encantamento com a força da jovem Maria Bethânia no lendário show “Opinião”, o peso da ditadura sobre a sociedade e a música brasileira, entre outros.

A MONTAGEM
O cenário de Clívia Cohen privilegia a intensa movimentação do numeroso elenco, emoldurando a cena com uma estrutura de metalon, com portas por onde atores entram e saem de cena.

Marcando as diferentes épocas retratadas no musical - desde os anos 1950 até os dias de hoje -, elementos cênicos e mobiliário realistas entram e saem de cena através de trilhos. Estes elementos recriam ambientes como a casa de Beth Carvalho, a Rádio Nacional, estúdios, auditórios, escritórios.

Os figurinos de Ney Madeira e Dani Vidal, seguindo a linha realista, retratam as tendências de cada época. A preparação vocal é de Pedro Lima e a iluminação de Djalma Amaral.


AS MÚSICAS (por ordem de execução no espetáculo)
1. Quem é de Sambar (Sombrinha / Marquinho PQD)
2. Lata d’Água (Luís Antônio / Jota Jr.)
3. João Valentão (Dorival Caymmi)
4. Exaltação à Mangueira (Enéas Brites da Silva / Aloísio Augusto da Costa)
5. Amor, Amor / Bafo da Onça (Jujuba)
6. Carcará (João do Vale / José Cândido)
7. Chega de Saudade (Antônio Carlos Jobim / Vinícius de Moraes)
8. Por Quem Morreu de Amor (Roberto Menescal / Ronaldo Bôscoli)
9. Exaltação a Tiradentes (Mano Décio da Viola / Penteado / Estanislau Silva)
10. Caminhada (Antonio Adolfo / Tibério Gaspar)
11. Onde Está a Honestidade (Noel Rosa)
12. Opinião (Zé Ketti)
13. Iáiá do Cais Dourado (Martinho da Vila)
14. A Flor e o Espinho (Nelson Cavaquinho)
15. Benguelê (autor desconhecido)
16. Marinheiro Só (autor desconhecido)
17. Travessia (Milton Nascimento)
18. Meu Tamborim (César Costa Filho / Ronaldo Monteiro de Souza)
19. Guerra de um Poeta (Beth Carvalho)
20. Andança - participação Golden Boys (Edmundo Souto/ Paulinho Tapajós / Danilo Caymmi)
21. Viola Enluarada (Marcos Valle / Paulo Sergio Valle)
22. Luz Negra / Minha Festa / Quando Eu Me Chamar Saudade (Nelson Cavaquinho)
23. Folhas Secas (Nelson Cavaquinho / Guilherme de Brito)
24. 1800 Colinas (Gracia do Salgueiro)
25. O Mundo é um Moinho (Cartola)
26. As Rosas Não Falam (Cartola)
27. Caciqueando (Noca da Portela)
28. Água Na Boca (Agildo Mendes)
29. Cacique de Ramos (Sereno / Noca da Portela)
30. Doce Refúgio (Luiz Carlos da Vila)
31. Vou Festejar (Jorge Aragão / Dida / Noeci Dias)
32. Coisinha do Pai (Jorge Aragão / Almir / Luiz Carlos)
33. Canção de Esperar Neném (Beth Carvalho / Paulinho Tapajós)
34. Dor de Amor (Arlindo Cruz / Zeca Pagodinho / Acyr Marques)
35. Camarão Que Dorme (Beto Sem Braço / Zeca Pagodinho / Arlindo Cruz)
36. Botafogo Campeão (Elias da Silva / Pedro Russo / Maurício Izidoro)
37. Pranto de Um Poeta / O Sol Nascerá (Cartola)
38. Senhora Rezadeira (Dedé da Portela / Dida)
39. Firme e Forte (Efson / Nei Lopes)
40. Água de Chuva No Mar (Carlos Caetano / Wanderley Monteiro / Gerson Gomes)
41. Ainda é Tempo de Ser Feliz (Arlindo Cruz / Sombra / Sombrinha)
42. Fogo de Saudade (Sombrinha / Adilson Victor)
43. Coisa de Pele (Jorge Aragão / Acyr Marques)
44. O Show Tem Que Continuar (Arlindo Cruz / Sombrinha / Luiz Carlos da Vila)
45. Andança (Edmundo Souto / Paulinho Tapajós / Danilo Caymmi)

FICHA TÉCNICA
Texto: Rômulo Rodrigues
Direção: Ernesto Piccolo
Direção Musical e Arranjo Instrumental: Rildo Hora e Marcio Eduardo Melo
Diretor Assistente: Marcio Vieira
Elenco / Personagem:
Stephanie Serrat / Beth jovem
Eduarda Fadini / Beth madura
Renata Tavares / Isaura
André Magevski / Edson Cegonha
Atila Soares / Milton Nascimento e Cartola
Bruno Ganem / Pai, Chacrinha e Sargentelli
Douglas Vergueiro / Zeca Pagodinho e Rildo Hora
Mariana Cabral / Mãe e Maria Bethânia
Paula Pardon / Enfermeira e chacrete
Paulo Ney / Martinho da Vila e Nelson Cavaquinho
Wal Azzolini / Clementina de Jesus
Carol Batista / stand in Beth jovem
Thiago Batotelli / ator e contrarregra
Músicos: Marcio Eduardo Melo (teclados), Andre Gonçalves (baixo), Rafael Prates (violão e cavaquinho), Caio Martins (percussão), Cássio Acioli (bateria)
Direção de Movimento e Coreografias: Sueli Guerra
Preparação e Arranjo Vocais: Pedro Lima
Cenografia: Clivia Cohen
Figurinos: Ney Madeira e Dani Vidal - Espetacular Produções & Artes
Iluminação: Djalma Amaral
Produção: Romero Monteiro e Rômulo Rodrigues
Assistente de Produção: Guilherme Messias
Relações Públicas: Vitor Minateli
Realização: Prama Comunicação
Assessoria de Imprensa: JSPontes Comunicação – João Pontes e Stella Stephany

REESTREIA: 02 agosto, às 21H
LOCAL: Teatro Petro Rio das Artes - Shopping da Gávea
Rua Marquês de São Vicente 52/2º piso Tel: (21) 2540-6004
Horários: sexta e sábado às 21h, domingo às 20h / Ingressos: R$70,00 (sexta e domingo) e R$80,00 (sábado) / Horário bilheteria: 2ª a domingo, das 15h às 20h – após as 20h apenas para peças do dia / vendas on line: www.divertix.com.br) / Duração: 105 min / Capacidade: 421 espectadores / Gênero: musical / Classificação: livre / Temporada: até 1º de setembro.

-----------------------------------------------------------------
Redes Sociais:
Facebook: /dozotro
Instragram: @dozotro
Twitter: @dozotro

ANDANÇA – Beth Carvalho, o musical
Rio de Janeiro | RJ | Brasil

-----------------------------------------------------------------
dozotro@gmail.com | +55 21 980927333 | #dozotro
-----------------------------------------------------------------

Fotos: Divulgação
Enviado por: Clilton Paz
Postagem: Equipe dozotro (BOSS)
Atualização: 08/08/2019