Pré-Flip carioca no Sesc RJ

Pré-Flip carioca terá debates, projeção de ópera, curta-metragem e encenação de obra de Euclides da Cunha


Sesc RJ convida Anelia Pietrani, Anabelle Loivos, Leopoldo Bernucci e Luiz Costa Lima para antecipar os debates sobre o homenageado deste ano da Festa Literária de Paraty. Programação inclui projeção da ópera “Piedade”, de João Guilherme Ripper, sobre a morte de Euclides, exibição do curta-metragem “A Matadeira”, sobre o conflito abordado em “Os Sertões”, e intervenção cênica com trechos do clássico.

RIO DE JANEIRO - Quatro importantes estudiosos da obra do escritor Euclides da Cunha participarão da Pré-Flip 2019 – Rio de Janeiro, que o Sesc RJ realiza na próxima terça-feira (2/7) em sua sede, no bairro do Flamengo, Zona Sul do Rio. O evento antecipa as discussões desta edição da Festa Literária de Paraty, (Flip), que acontece de 10 a 14 de julho e traz Euclides como homenageado. Entre os participantes da Pré-Flip carioca estão Anelia Pietrani, Anabelle Loivos, Leopoldo Bernucci e Luiz Costa Lima, todos autores de estudos sobre Euclides. As atividades começam às 13h e têm entrada franca.


Professora Associada de Literatura Brasileira da Faculdade de Letras da UFRJ, Anelia Pietrani é organizadora de “Euclides da Cunha Presente e Plural”(Eduerj), que reúne textos que analisam a vasta obra do escritor. Dedicada a estudos de gênero, analisará a presença feminina nos seus livros. Sob a mediação de Fernanda Diamant (cocuradora do evento e curadora da Flip), ela debaterá com a escritora Anabelle Loivos, também professora associada da UFRJ e coautora de“Euclides da Cunha: ‘da face de um tapuia’” (Nitpress). A obra, escrita com Luiz Fernando Conde Sangenis, joga luz sobre a vida e obra do escritor na perspectiva dos seus conterrâneos do município de Cantagalo, Região Serrana do Rio.

Professor emérito da PUC-RJ, Luiz Costa Lima é autor de uma biografia do homenageado. Em “Euclides da Cunha: Contrastes e Confrontos do Brasil”(editora Contraponto), o estudioso - que é detentor do título Alexander von Humboldt-Stiftung (Alemanha) de Pesquisador Estrangeiro do Ano em Humanidades - lança uma nova luz sobre aspectos pessoais e profissionais do autor do clássico “Os Sertões”. Ele dividirá mesa com o professor do Departamento de Espanhol e Português da Universidade da Califórnia - Davis, Leopoldo Bernucci, que assina diversas obras sobre o tema. Entre elas, “Euclides da Cunha: Poesia Reunida” (Unesp), “Os Sertões, edição anotada” (Ateliê/Arquivo do Estado/Imprensa Oficial); “Discurso, Ciência e Controvérsia em Euclides da Cunha” (Edusp) e “A Imitação dos Sentidos: Prógonos, Contemporâneos e Epígonos de E. da Cunha” (Edusp).

Curta sobre o Massacre de Canudos e projeção de ópera sobre a morte de Euclides também são destaques.


Outro destaque da programação é a projeção audiovisual da ópera “Piedade”, de João Guilherme Ripper, que estará presente no evento e comentará o trabalho. O espetáculo – que circulou por Rio, São Paulo e foi a primeira ópera brasileira a se apresentar no Teatro Colón, na Argentina – aborda o escândalo que resultou na morte de Euclides da Cunha, ocorrida no bairro carioca que dá título à obra.

Também haverá a exibição de “A Matadeira”, premiado curta-metragem de Jorge Furtado. O documentário produzido pela Casa de Cinema de Porto Alegre aborda o Massacre de Canudos, que pôs fim ao conflito acompanhado pelo jornalista Euclides da Cunha na condição de correspondente do jornal O Estado de S. Paulo e que foi parar nas páginas de “Os Sertões”.

Ao longo do dia, o ator Leonardo Netto realiza intervenções cênicas. O artista, que mais recentemente atuou em espetáculos como “Corte Seco”, “Freud – A Última Sessão”, “Conselho de Classe” e “A Santa Joana dos Matadouros”, encenará trechos do livro-reportagem que colocou Euclides no panteão dos escritores brasileiros.

Serviço:
Pré-Flip 2019 – Rio de Janeiro
Dia 2 de julho de 2019 – 13h
Sede do Sesc RJ – Rua Marques de Abrantes 99 – Flamengo – Rio de Janeiro
Entrada franca

PROGRAMAÇÃO
13h – 13h25 - Intervenção cênica - Leonardo Neto

13h30 – 15h30 – Mesa 1: Os sertões e um Brasil de ontem pelos olhos de hoje
Com Anelia Pietrani e Anabelle Loivos - Mediação: Fernanda Diamant

Em seus livros sobre o Brasil, Euclides da Cunha fundou e desenvolveu uma teoria sobre a nação. Como podemos lê-lo hoje? Nesta sessão, as duas professoras discutem as possibilidades de leitura de Euclides da Cunha num país que permanece marcado pela desigualdade, e levantam questões sobre como ler Euclides numa sala de aula, e quais passagens precisam ser feitas diante do distanciamento histórico que nos separa dele.

15h30 – 15h50 - Exibição do curta “A Matadeira”

SINOPSE: Canudos foi uma pequena aldeia no nordeste do Brasil, fundada pelo líder messiânico Antônio Conselheiro e massacrada por um poderoso exército até a morte do último de seus 30 mil habitantes, em 5 de outubro de 1897. O filme conta o massacre de Canudos a partir de um canhão inglês, apelidado pelos sertanejos de"A MATADEIRA", que foi transportado por vinte juntas de boi através do sertão para disparar um único tiro.

Prêmios:
22º Festival de Gramado, Cinema Latino, 1994: Prêmio Especial à Direção de Arte, Melhor Direção de Curta Gaúcho, Melhor Fotografia de Curta Gaúcho. 11º Rio-Cine Festival, Rio de Janeiro, 1994: Melhor Ator (Pedro Cardoso), Prêmio Contribuição à Linguagem Cinematográfica.

16h20 -16h35 - Intervenção cênica - Leonardo Neto

16h40 – 18h30 - Mesa 2: Entre o relato e a criação
Com Leopoldo Bernucci e Luiz Costa Lima - Mediação: Fernanda Diamant

Como ler o Brasil através da literatura nacional? Neste encontro, dois dos maiores críticos literários brasileiros se encontram para discutir a obra de Euclides da Cunha e os cruzamentos que ela mesma atravessa entre ficção e história. Pelos instrumentos da teoria literária, Luiz Costa Lima e Leopoldo Bernucci conduzem esta conversa sobre poética e política.

18h30 - 19h45 – Exibição da ópera “Piedade” seguida de conversa com o autor
Com João Guilherme Ripper

João Guilherme Ripper, atual diretor da Academia Brasileira de Música e compositor e autor da ópera “Piedade”, que tem Euclides da Cunha como personagem principal, irá contar sobre a criação da ópera e os episódios de Canudos e o confronto com Dilermando de Assis que levou à morte do escritor.

-----------------------------------------------------------------
Redes Sociais:
Facebook: /dozotro
Instragram: @dozotro
Twitter: @dozotro

Pré-Flip carioca no Sesc RJ
Rio de Janeiro | RJ | Brasil

-----------------------------------------------------------------
dozotro@gmail.com | +55 21 980927333 | #dozotro
-----------------------------------------------------------------

Fotos: Divulgação
Texto: Wando Soares.
Enviado por: Clilton Paz
Postagem: Equipe dozotro (BOSS)
Atualização: 28/06/2019
dozotro@gmail.com | +55 21 980927333
@dozotro (Facebook, Instagram, Twitter e Youtube)