Campeão de fisiculturismo busca patrocínio

Campeão Sulamericano de fisiculturismo busca patrocínio para voltar a competir.


Um dos maiores destaques brasileiros no cenário do fisiculturismo mundial na última década. Assim podemos classificar Caio Vinícius Moraes da Silva, de 27 anos, morador de Mesquita, na Baixada Fluminense.

O atleta conquistou o terceiro lugar no campeonato mundial de fisiculturismo, no ano de 2012, disputado em Bangkok, na Tailândia, quando foi participar da competição com recursos próprios e trouxe na bagagem a melhor colocação de um brasileiro no torneio daquele ano.

Já em 2013, Caio foi campeão brasileiro da modalidade. Sendo considerado uma grande revelação do esporte naquela temporada.

Em 2014, para confirmar o potencial e excelente fase, o fisiculturista conquistou o título de campeão Sulamericano, na competição que foi disputada em Salvador-BA.

Em 2015, mesmo enfrentando muitas dificuldades por conta da falta de patrocínio, Caio conquistou o vice-campeonato brasileiro. Desde então, o profissional que tem formação superior em educação física, trabalha como personal trainer, além de consultor esportista e alimentar.

"Meu sonho é voltar a competir e representar nosso país pelo mundo. Só que para isso, é imprescindível apoio tanto do governo como da iniciativa privada, mas eu creio que na hora certa as coisas vão acontecer. De uma coisa eu tenho certeza: desistir não está nos meus planos.", declarou o esportista.


-----------------------------------------------------------------
Redes Sociais:
Facebook: /dozotro
Instragram: @dozotro
Twitter: @dozotro

Campeão de fisiculturismo busca patrocínio.
 RJ | Brasil

-----------------------------------------------------------------
dozotro@gmail.com | +55 21 980927333 | #dozotro
-----------------------------------------------------------------

Fotos: Divulgação / arquivo pessoal
Texto: Rafael Marinho - Jornalista e Assessor de Imprensa
Postagem: Clilton Paz
Atualização: 11/05/2019
dozotro@gmail.com | +55 21 980927333
@dozotro (Facebook, Instagram, Twitter e Youtube)